Selva moderna

Prático e acolhedor, apartamento na Asa Norte tem paleta neutra e plantas por todos os lados

Fotos: Joana França

Grande atração do apartamento, a estante cumpre múltiplas funções. Além de suporte para a coleção de plantas, ela é playground para os gatinhos dos moradores e ainda divide a sala de estar da de TV. Execução da Caminho Oficina

O apartamento é dos humanos, mas o parque de diversões – também chamado de estante – foi feito para os gatinhos. Quando convidadas para assumir a reforma do imóvel entregue recentemente pela construtora, as arquitetas Carla Monza e Isabella Souza, nomes no comando do Estúdio Orla, repensaram o senso comum em nome da praticidade. 

A vista do quinto andar transforma a copa das árvores em um tapete verde. As poltronas Diz, de Sergio Rodrigues (Hill House), não param quietas: ora ficam voltadas para o estar, ora se viram para a paisagem lá fora

A vontade de morar em um lugar com clima leve e descontraído foi atendida à risca. “A estante cumpre muitas funções. Além de ser espaço de brincadeira dos gatinhos, ela é uma ilha verde que divide a sala em dois espaços: um dedicado ao estar, e outro, ao canto de TV”, detalha a arquiteta Carla Monza. Foi graças aos felinos também a escolha pelo piso vinílico levemente acinzentado, resistente e fácil de manter. Nas paredes e no teto, o efeito concreto se revela mais um capricho visual. Feito pela equipe de Sabrina Najar, do As Pintoras, ele imita o ripado dos moldes utilizados em construções artesanais.

O efeito concreto nas paredes é criação de As Pintoras, dupla formada por Sabrina Najar e Cindy Reis. O acabamento se aproxima do efeito do concreto moldado in loco, e combina lindamente com o piso vinílico usado no apê. Sofá da Líder Interiores

LEIA TAMBÉM: Brasília de cartão-postal

Além do cinza, o verde é cor muito bem-vinda no apê. A coleção de plantas aproveita a luminosidade que chega pela esquadria de medidas generosas

A cozinha fica à certa distância da área social – o vão de entrada original foi ampliado e a nova porta de correr mescla ferro e vidro – e também passou por uma adaptação à rotina dos moradores. Nada de armários suspensos por ali, já que os inferiores dão conta de abrigar os itens da casa. Prateleiras sobre a pia mantêm os objetos mais utilizados por perto, algumas plantinhas e isso basta. As portinhas de correr presas ao trilho no teto garantem o charme industrial do restante da linguagem da decoração, sem pesar o visual. Marcenaria e serralheria foram executadas pela Caminho Oficina. 

Em nome da leveza, a moradora dispensou armários altos na cozinha. Poucas prateleiras, protegidas por divertidas portas decorativas de vidro, mantém os utensílios mais usados ao alcance das mãos. Bancada de Silestone branco e frontão de pastilhas hexagonais no mesmo tom clareiam o espaço. Serralheria e marcenaria executadas pela Caminho Oficina
Tudo branquinho na lavanderia – o truque facilita a manutenção do espaço de serviço

Na área íntima, o home office mistura o tom de gianduia dos armários com um tom amadeirado, e combina nichos com espaços vazios, feitos para guardar os livros e pequenos objetos. A suíte tem um mix acolhedor com cama patente, parede de tijolinhos brancos, espaço independente que dá acesso ao closet e ao banheiro. Uma selva moderna, prática e acolhedora. 

Um tom de madeira somado ao cinza gianduia (Duratex) dão forma ao home office compacto e funcional, que reserva espaço para que livros e pequenos objetos completem a decoração
Para criar uma textura acolhedora, o revestimento de tijolinho pintado de branco cobre toda a parede diante da cama. O volume na lateral da cama abriga o closet e a passagem para o banheiro da suíte. Rack da Muma
A cabeceira segue o estilo patente, criação centenária e que ainda hoje se mantém queridinha no Brasil. Essa veio da paulistana Dom Mascate. Criado-mudo da Muma
No banheiro da suíte, todos os metais originais foram trocados para opções com acabamento preto (Deca). Há armários atrás do espelho – apenas uma das laterais foi mantida fechada com vidro, para dar mais leveza ao conjunto. A área do banho ganhou azulejos tipo metrô dispostos no padrão chevron

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *