Compacto, mas cheio de graça

Todos os sonhos do casal de moradores cabem nos 70 m² deste apê em Águas Claras

Fotos: Haruo Mikami

Amanda Saback e Ana Luiza Veloso, autoras do projeto e sócias no Traama Arquitetos, posam no apê logo depois da entrega

Cozinha integrada, sala com varanda, quarto com armários, lavabo bem planejado: é mais provável chover em Brasília no mês de julho do que encontrar alguém que não inclua esses itens na lista de requisitos de um (mesmo que fictício) apartamento ideal. Diante da demanda – real – de um casal que acabara de pegar as chaves do primeiro imóvel, as arquitetas Ana Luiza Veloso e Amanda Saback, do escritório brasiliense Traama Arquitetura, se dedicaram a atender todos os desejos do par. 

Atrás da porta de entrada do apê, a parede de lousa recebe os visitantes
Tudo compacto: sob a extensão da mesa de cimento queimado, vê-se um gaveteiro auxiliar e o nicho do microondas. Do lado oposto, a bancada de quartzito cinza absoluto abriga a pia e o conjunto de cooktop e forno embutido

A primeira mudança foi abrir a cozinha para o restante da área social. Com os principais itens reunidos num nicho, o espaço parece maior e acumula mais pontos em funcionalidade. “Ganhamos espaço para a mesa de cimento queimado que vira bancada e guarda o microondas na parte de baixo. Surgiu um ambiente agradável para receber amigos”, detalha Amanda. A peça, que tem desenho das arquitetas, criou uma espécie de sala de jantar sem paredes, mantendo a fluidez da área de refeições. Na sala, o painel de madeira cumpre diversas funções: emoldura a passagem para a área íntima, recebe a TV e apoia o rack que vira banco ao chegar à varanda. “Derrubamos paredes e refizemos o layout do lugar para aproveitar da melhor forma cada centímetro do apartamento”, contam.

Há armários em cima e embaixo do nicho central. Dessa forma, todos os itens de cozinha possuem lugar próprio. Olhando bem, dá pra notar a saída da coifa (discretamente escondida dentro do armário) sobre as trempes do fogão

LEIA TAMBÉM: Lazer à moda da casa

Integrada à sala, a varanda traz mais luz para dentro de casa. No encontro dos ambientes, some a parte metálica do rack e fica só o trecho usado como banco. Ali em cima, o ganchinho pra rede lembra que conforto nunca é demais
O volume de madeira dá acesso à área íntima. As portas cegas camufladas ali se abrem para a suíte, o banheiro social e o quarto de hóspedes

A paleta de materiais aponta para escolhas que combinam baixo custo com elegância. Há porcelanato no piso da sala integrada e dos banheiros. A área íntima ganhou vinílico no chão, material resistente e com ótima relação entre custo e benefício. “Controlamos bem o orçamento. Tivemos o prazer de trabalhar com clientes que toparam nossas sugestões menos ortodoxas, como o banheiro de vidro, por exemplo”, conta Ana Luiza. A suíte virou uma das principais atrações do endereço. 

Ao deslocar o vão da porta original alguns centímetros para o lado, o quarto ganhou uma parede inteira de armários. O vidro canelado à direita da foto mostra a sutileza do fechamento do banheiro. Olhe também o nicho de concreto da TV, o rasgo de luz na junção entre o armário e o teto e o cortineiro embutido no forro: detalhes que enriquecem a arquitetura
Por fora, o vidro é canelado; lá dentro, uma película de efeito jateado confere mais privacidade ao banheiro. O criado mudo tem acabamento de cimento queimado, para combinar bem com o nicho da TV. A ideia também leva a assinatura de Ana Luiza e Amanda
Vista de dentro, o banheiro da suíte é uma caixa iluminada, mas com privacidade. A bancada feita sob medida com mármore carrara tem a mesma estrutura metálica do fechamento e do espelho preso ao teto, solução criada pelas arquitetas

No décor, pequenos caprichos realizaram os desejos dos moradores. É o caso, por exemplo, da lousa logo na entrada, das pitadas de amarelo a azul vistas aqui e ali, do lustre de fios trançados sobre a mesa de refeições e da parede de tijolinhos brancos na sala. Para quem pensa que 70 m² é pouco espaço, a equipe do Traama prova: cabem ali todos os sonhos do casal 

LEIA TAMBÉM: Menina e menino dividem quarto com clima de aventura

O banheiro social funciona como lavabo. O truque de escolher portas de vidro refletivo para o box faz com que o espaço fique mais discreto no ambiente. Azulejos da Colormix dividem as atenções com a pia feita sob medida para o local

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *