Dos filhos para o pai

Novo layout transformou o apartamento de 48 m² em uma morada iluminada, fácil de manter e pronta para receber visitas

Fotos: Haruo Mikami

Armário para as partituras, piso de porcelanato e cozinha aberta são algumas das mudanças feitas durante a reforma assinada pela equipe do escritório CoDA Arquitetos

“Meu filho é um exagerado. Pedi uma reforma, ele fez uma revolução”. É assim, numa brincadeira, que o professor Eustáquio Grilo, o morador deste apartamento na Asa Norte, resume a obra planejada e coordenada pelo arquiteto Pedro Grilo, nome à frente do escritório CoDA Arquitetos. A história completa rende uma boa novela – daquelas com surpresas, reviravoltas, passagens de tempo e final feliz, claro. 

Começa assim: o apê, maltratado pelo tempo, sofria com esquadrias avariadas, acabamentos datados e alguns pontos de infiltração. Além disso, a distribuição estranha e o banheiro único tornava difícil a rotina dos dois moradores. Durante uma viagem curta do pai, Pedro e o irmão caçula, Thales, se uniram e fizeram às escondidas uma pequena obra – troca de revestimentos e pintura – no quarto do mais novo, que divide o endereço com o patriarca. Na volta, a surpresa boa com o resultado deu o impulso para colocar em prática os planos de uma mudança maior e definitiva.

Depois de integrada ao estar, a pequena varanda acrescentou um espaço precioso ao apartamento. Por sugestão do morador, o armário de partituras termina num banco e agora é cenário das aulas particulares que o violonista erudito oferece em casa

A mudança estrutural mais importante foi deslocar a área de serviço para o corredor. Esse reposicionamento abriu lugar para a criação de um banheiro extra, aberto para um dos quartos (nasceu uma suíte!) e de uma melhora na circulação de ar de todo o imóvel, já que o fechamento das áreas molhadas ganhou venezianas de alumínio ventiladas. Agregar o espaço da varanda à área social e abrir a parede da cozinha para a sala completam as alterações na planta original. 

A mudança de layout trouxe a lavanderia para o corredor e abriu espaço para a criação de um novo banheiro, voltado para um dos quartos – agora o apê tem suíte

“Queria tornar a vida do meu pai e do meu irmão mais prática”, conta Pedro, que planejou as mudanças ao lado da mulher, Joanne Viana, também arquiteta. “O Grilão tem um carinho imenso pelas suas partituras, mas sei que, como quase todo artista, ele tem também um pouco de dificuldade de pensar o lado prático da casa. Quis criar um projeto em que ele pudesse ter tudo ao alcance da mão e que suas ferramentas de trabalho ficassem protegidas”, completa. 

O armário revestido com lâminas de carvalho tem lugar para guardar todo o material de trabalho do músico. Na parte superior, os violões viram obras de arte pendurados na parede

Os novos acabamentos trouxeram praticidade para a rotina do professor Grilo. O mesmo porcelanato ocupa o piso de todo o apartamento – e de um trecho da parede perto da entrada também. A bancada de concreto é fácil de limpar. “Vou colocar minhas caixas de som na parte de cima, acho que vai ficar bom”, planeja o morador. Enquanto isso, Tales ganhou um quarto onde é mais fácil guardar suas coisas e estudar. E tudo isso com um toque de cor. Apaixonado pelo México, país onde conquistou uma das maiores glórias de sua carreira de violonista erudito, o professor Eustáquio elegeu o rosa, o turquesa e pitadas de verde musgo, cores muy mexicanas, para pontuar o novo lar. Deu orgulho do filho arquiteto? “Bota orgulho nisso”, finaliza.

LEIA TAMBÉM: Compacto, mas cheio de graça

Marcenaria bem planejada encontrou lugar para cama, armários e bancada de estudo no quarto de 7,8 m². A persiana com regulagem de altura controla melhor a entrada de luz

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *