Café sendo servido em uma xícara em uma bancada

Retrô e cool: cozinha pequena ganha reforma ágil e funcional

Azulejos antiguinhos, piso original e cheirinho de café povoam o espaço na Asa Norte 

Fotos: Bruno Pinheiro

Família unida na cozinha que consegue ser ao mesmo tempo retrô e moderninha

Neste endereço brasiliense, o perfume de café é uma constante. “O morador, que já foi além do título de barista e se tornou um especialista na bebida, divide o endereço com uma doceira de mão cheia”, conta a arquiteta Manuela Galvão, amiga dos moradores e sócia do escritório Tribeira Arquitetos ao lado dos também arquitetos André Oliveira e Rodrigo Gimenes. Não foi à toa que depois da reforma comandada pelo trio a cozinha se tornou o ambiente queridinho no novo endereço do casal, na Asa Norte. 

Olhando bem, dá pra ver que atrás da geladeira havia uma porta de serviço. Desnecessária na rotina do casal, ela foi inutilizada para favorecer a circulação

Conquista recente, a compra do imóvel veio acompanhada de dúvidas sobre a melhor forma de modernizar o local sem descaracterizar o clima retrô e nem gastar fortunas. A ideia de manter os azulejos brancos de 15 x 15 cm nas paredes e a cerâmica original no piso foi bem recebida. “Mudamos a pia de lugar para tornar a circulação mais prática. Partindo daí, nos restou planejar as outras mudanças com o mínimo de interferência, para preservar as peças originais”, lembra Rodrigo. 

LEIA TAMBÉM: Compacto, mas cheio de graça

A elevação criada pela equipe do Tribeira mostra a nova distribuição da cozinha, com prateleiras suspensas, coifa acima do fogão e máquina de lavar louça sob a pia
Louças, facas e tábuas fazem parte da decoração – boa solução para o chef da vez ter tudo ao alcance das mãos

Ao longo da aventura de criar novos pontos elétricos, multiplicar o espaço de armazenamento, incluir uma lava-louças sob a pia e ampliar a bancada de trabalho foi preciso esforço coletivo. “Garimpamos cerca de 20 unidades de azulejos brancos numa loja de peças antigas e ainda aproveitamos os retalhos dos que foram retirados para criar a soleira recuada junto ao piso”, conta André.

Assim como a bancada, as prateleiras são feitas de teca, madeira nobre resistente à água. A combinação com os azulejos retrô e os outros elementos de aço criam um estilo que faz referência ao industrial

A bancada de teca foi um pedido do casal de moradores, que admira a aparência rústica do material. A combinação com a cerâmica branca na parede, com o tom de caramelo no piso e com os conduítes elétricos aparentes pode ser definida como um exemplo do retrô que foi lindamente atualizado em nome da funcionalidade. Belo cenário para o cheirinho de café com bolo, dupla sempre quente por ali. 

A luz natural que passa pelo vitrô deixa o ambiente claro na medida certa. Sob a pia, a lava-louças é bom investimento para quem usa a cozinha intensamente

5 Comments

  1. Pingback: My Homepage

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *